Erosão e descaso destroem orla de praia no Rio; obra de recuperação custará R$ 14,5 mi

Do UOL, no Rio

A orla da praia da Macumba, na zona oeste do Rio de Janeiro, está praticamente em ruínas depois de um longo período de erosão, fenômeno que é observado na região desde 2005 e que se intensificou nas últimas duas semanas, levando ao afundamento do calçadão e ao desabamento de pelo menos dois quiosques.

O perímetro foi isolado pela Defesa Civil, mas isso não impediu a movimentação de pessoas pela região --que, com o avanço do mar, continua desmoronando. Moradores também relatam extrema preocupação com a segurança dos imóveis situados na região.

A Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente iniciou nesta terça-feira (17) as obras de recuperação (contratadas em caráter emergencial, isto é, com dispensa de licitação). O prazo para conclusão da primeira etapa é de 120 dias, de acordo com o órgão, período em que serão instaladas bolsas preenchidas com concreto (entroncamento sintético) na frente e atrás do muro de contenção existente no local. No total, a obra custará R$ 14,5 milhões.

A destruição é provocada por um fenômeno natural, mas agravada pelo descaso do poder público. De acordo com a secretaria, um estudo feito pela Coppe (Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia), da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), e entregue no início deste mês, "aponta que já havia necessidade de executar o reforço estrutural do muro desde 2005" --logo após a conclusão de obras do programa Eco Orla. Na ocasião, um trecho da praia foi aterrado para construção do calçadão.

Ou seja, o problema existe, segundo o relatório, desde a gestão do ex-prefeito Cesar Maia (DEM), que foi sucedido por Eduardo Paes (PMDB), a partir de 2009, e pelo atual ocupante do cargo, Marcelo Crivella (PRB), que venceu a eleição do ano passado.

Em entrevista à "TV Globo", na manhã desta terça, o novo secretário municipal de Conservação e Meio Ambiente, Jorge Felippe Neto (DEM), afirmou: "É uma obra complicada. Não é algo simples. Se fosse simples, não teria caído sete vezes desde 2005. Há uma deficiência estrutural aqui. Duas semanas após a inauguração, caiu".

Neto, deputado estadual eleito em 2014, assumiu a titularidade da pasta na última terça-feira (10).

Defesa Civil não vê riscos

A deterioração da orla da praia da Macumba tem ocorrido de forma acelerada há cerca de duas semanas, quando parte do calçadão começou a desmoronar. O perímetro afetado pela força das ondas abrange aproximadamente 400 metros. Ao menos dois quiosques foram engolidos pelo mar.

Além de isolar um extenso trecho da via de passagem de moradores e visitantes, a Defesa Civil municipal realizou uma inspeção nos imóveis da região e, segundo a versão oficial, não foram identificados riscos estruturais.

Em nota, a Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente informou que a obra de recuperação prevê que "a área atingida seja aterrada". Disse ainda que a intervenção dará "celeridade à contenção", "protegendo a integridade das construções que estão no raio monitorado pela Defesa Civil do município".

Na segunda-feira (16), por medida de segurança, foram realizados bloqueios de trânsito na estrada do Pontal. O motorista que trafega no sentido da praia de Grumari encontra interdição parcial da via, com desvio pela rua Zélio Valverde. Já no sentido Barra da Tijuca, há fechamento parcial no cruzamento com a estrada Vereador Alceu de Carvalho, onde ocorre o desvio, e a área em frente ao Camping Clube do Brasil está totalmente bloqueada.

Na mesma região, motoristas que seguem da avenida das Américas para a estrada Vereador Alceu de Carvalho encontram dois pontos de bloqueio, o primeiro no cruzamento com a avenida das Américas e o segundo na altura da avenida Teotônio Vilela, perto da delegacia policial do Recreio dos Bandeirantes (42ª DP).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos