Topo

Capacete de bombeiro derrete em incêndio causado por vazamento de gás em SP

Capacete do Corpo de Bombeiros derrete durante incêndio causado por vazamento de gás em SP - Divulgação/Corpo de Bombeiros
Capacete do Corpo de Bombeiros derrete durante incêndio causado por vazamento de gás em SP Imagem: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Stella Borges

Do UOL, em São Paulo

03/05/2019 10h43

Uma obra da Sabesp perfurou uma tubulação de gás e causou um incêndio no 7º andar de um prédio na rua das Carmelitas, no bairro da Sé, região central de São Paulo, na madrugada de hoje. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um homem de 47 anos teve 90% do corpo queimado.

Durante o resgate da vítima de dentro do apartamento em chamas, o capacete dos bombeiros derreteu -- a corporação estima que a temperatura no local variava entre 850°C e 900°C. Apesar das condições, nenhum dos bombeiros se feriu.

A vítima, encontrada com o corpo queimado e com as vias aéreas comprometidas, foi encaminhada para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas. Ainda não há informações sobre o estado de saúde.

Segundo o Corpo de Bombeiros, seis válvulas de fornecimento de gás foram rompidas. Por volta das 10h30, equipes ainda permaneciam no local por causa da concentração de gás na região.

Em nota, a Sabesp informou que "durante os serviços noturnos de troca de rede de água na rua Tabatinguera, a obra acabou atingindo a rede de gás. Imediatamente, a equipe acionou a Comgás para o fechamento. A Sabesp lamenta pelo acidente e vai colaborar com a apuração do caso assim como na prestação de assistência às vítimas".

No momento da ocorrência, os bombeiros verificavam o vazamento de gás em uma obra da Comgás na rua Tabatinguera, que fica a menos de 300 metros do local do incêndio. O chamado foi feito por moradores do bairro que reclamavam do forte cheiro de gás.

Durante o atendimento do chamado, os bombeiros perceberam uma fumaça próxima ao local e quando constataram haver um incêndio em um prédio, solicitaram mais viaturas para apagar o fogo.

Em nota, a Comgás confirmou que o incêndio se deu em razão de um dano na rede de gás natural. Segundo a empresa, "o incêndio foi totalmente controlado pelo Corpo de Bombeiros por volta das 4h. As causas do acidente estão sendo apuradas e a equipe da Comgás permanece no local fazendo os reparos na rede."

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) anunciou pelo Twitter a interdição da Rua Tabatinguera junto a Praça Dr. João Mendes e Rua Frederico Alvarenga junto da Rua Alexandria.

(Com Estadão Conteúdo)

Mais Cotidiano