Topo

Polícia identifica 257ª vítima de rompimento de barragem em Brumadinho

Letreiro da cidade de Brumadinho (MG) - Diogo Antunes/Futura Press/Folhapress
Letreiro da cidade de Brumadinho (MG) Imagem: Diogo Antunes/Futura Press/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

03/12/2019 07h59

A Polícia Civil de Minas Gerais anunciou hoje que identificou a 257ª vítima do rompimento da Barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho. Trata-se de um funcionário da Vale: Max Elias de Medeiros tinha 37 anos e foi identificado por exame de DNA.

"Seus segmentos chegaram ao Instituto Médico Legal em 11 de novembro e seguiram para o Instituto de Criminalística, visto que era impossível identificação por outros métodos. Após cumpridos todos os protocolos de confirmação, o resultado final saiu há pouco", informou a polícia, que já comunicou a família sobre a morte.

Com isso, 257 pessoas já foram identificadas e 13 seguem como desaparecidas.

A barragem se rompeu no dia 25 de janeiro deste ano, liberando uma avalanche de lama que destruiu comunidades e poluiu o Rio Paraopeba.

Cotidiano