Após caos por conta de nevasca, brasileiros chegam sem contratempo a Bariloche

André Nery

Colaboração para o UOL, em Bariloche

  • André Nery/UOL

    19.jul.2017 - Aeroporto de Bariloche tinha filas, mas estava tranquilo

    19.jul.2017 - Aeroporto de Bariloche tinha filas, mas estava tranquilo

Os amigos Hugo Martins, 30, e Victor Garo, 22, vieram para Buenos Aires (Argentina) no sábado (15). Nesta quarta-feira (19), embarcaram para Bariloche, cidade que enfrentou um caos devido ao cancelamento de vários voos por conta da nevasca que afetou a região desde a sexta-feira passada.

Apesar dos voos cancelados na sexta, sábado, domingo e segunda-feira, Martins e Garo, ambos advogados, não tiveram problemas.

"Esta é a nossa primeira tentativa de chegar a Bariloche, e está dando tudo certo, até agora", disse Hugo, em entrevista ao UOL, enquanto o avião da Aerolineas Argentinas decolava, às 12h40, do aeroporto Aeroparque de Buenos Aires, com 50 minutos de atraso em relação ao horário previsto.

Mesmo sem imprevistos na viagem, Hugo e Victor contaram que ficaram apreensivos com a possibilidade de o voo ser cancelado, como aconteceu com outros passageiros brasileiros.

André Nery/UOL
Os amigos advogados Hugo Martins, 30 (frente), e Victor Garo, 22

"A gente estava monitorando pela internet, mas estava com um pouco de medo de não conseguir embarcar. Chegamos ao aeroporto sem saber ao certo se conseguiria chegar a Bariloche. Mas, até agora, está dando tudo certo", afirmou Garo ao UOL.

Quem também não teve problemas foi o casal Reginaldo e Djane Duarte, que mora em Brasília.

Os dois embarcaram em São Paulo, na manhã desta quarta-feira, e chegaram a Buenos Aires dentro do horário previsto. Os dois pegaram para Bariloche o mesmo voo em que estavam Martins e Garo.

"A gente encontrou pessoas que tiveram problemas, pessoas que não conseguiram embarcar, mas nós não tivemos nenhum problema", afirmou Reginaldo Duarte, 38.

O casal argentino Carlos e Martha Cater, ambos de 72 anos, também não tiveram contratempo em sua viagem. "Praticamente já se normalizou. Tivemos problemas de cancelamentos até terça-feira. Hoje está mais tranquilo", destacou Carlos Cater.

Alejandra Bartoliche/TELAM/Xinhua
Pessoas passeiam na neve em Bariloche

Segundo ele, há anos não havia uma precipitação tão grande de neve em Bariloche. "As últimas vezes que teve tanta neve na região foi nos anos de 1984 e de 1995", disse Carlos, que tem casa na cidade e vem pelo menos três vezes por ano esquiar na região.

Após decolar às 12h40 de Buenos Aires, o voo chegou a Bariloche às 14h45. No momento da chegada, a temperatura local estava em 8°C, um "veranico" se lembrarmos que no fim de semana os termômetros marcaram -20°C.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos