PUBLICIDADE
Topo

Choro baixinho revela bebê enterrado no meio das montanhas nos EUA

Francis Carlton Crowley, de 32 anos, foi preso por ter abandonado o bebê - Missoula County Sheriff?s Office
Francis Carlton Crowley, de 32 anos, foi preso por ter abandonado o bebê Imagem: Missoula County Sheriff?s Office

Do UOL, em São Paulo

09/07/2018 04h00

Na madrugada de domingo (8), nas montanhas do condado de Missoula, no Estado de Montana (EUA), um policial escutou um choro baixinho de um bebê. Era justamente quem ele procurava junto com seus colegas nas últimas seis horas. As informações são do jornal Washington Post.

O bebê havia sido abandonado e enterrado nas montanhas horas antes. Para a polícia, a história começou às 20h (hora local) de sábado (7), quando o telefone de emergência recebeu uma ligação sobre um homem que estava agindo de maneira estranha.

Quem ligou reclamava que um sujeito, que mais tarde seria identificado como Francis Carlton Crowley, de 32 anos, estava ameaçando pessoas e dizia estar armado, na região de Lolo Hot Springs, em Montana.

Quando os policiais chegaram ao local, o homem já havia fugido. Pouco tempo depois, as autoridades descobriram que um bebê de cinco meses que deveria estar sob a responsabilidade de Crowley havia desaparecido.

Uma nova ligação para a polícia levou os guardas até o local onde Crowley estava. O sujeito foi preso e parecia estar drogado. Mesmo assim, ele revelou que havia enterrado o bebê de cinco meses. No entanto, não soube dizer exatamente em qual local e apenas contou que a criança estava “em algum lugar nas montanhas”.

Um grupo de policiais de diversos departamentos começou uma busca intensa pelo bebê desaparecido. Eles passaram seis horas caminhando por uma floresta até que um dos guardas ouviu o choro baixinho do bebê.

A criança estava de bruços, enterrada sob uma pilha de pedaços de madeira e de sujeira, vestindo apenas um macacão molhado. Segundo a polícia, o bebê passou ao menos nove horas sob uma temperatura de 8ºC.

A criança foi levada a um hospital local em boas condições de saúde. “Isto é o que chamamos de milagre. Para os policiais que participaram deste evento, é especialmente difícil saber o que esse bebezinho sofreu nas últimas 24 horas”, publicou a polícia em uma nota divulgada à imprensa.

Crowley foi preso e levado ao Centro de Detenção do Condado de Missoula. Um juiz estabeleceu fiança de US$ 50 mil (cerca de R$ 193 mil).