PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Barack Obama será primeiro convidado do podcast de Michelle

Barack e Michelle Obama vão bater um papo na frente do microfone - Getty Images
Barack e Michelle Obama vão bater um papo na frente do microfone Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/07/2020 11h21

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, vai entrevistar o marido na estreia de seu novo podcast, uma parceria com o Spotify. O ex-presidente Barack Obama vai bater um papo com a mulher no primeiro "The Michelle Obama Podcast", que vai ao ar na quarta-feira (29).

"Estou muito empolgada em anunciar que vou estrear meu podcast na próxima quarta, com Barack como meu primeiro convidado. Nós conversaremos sobre as conexões com nossa comunidade, em particular o que são nossas responsabilidades neste momento", escreveu Michelle, no Instagram.

"Durante essa primeira temporada, terei mais conversas assim. Minha mãe e meu irmão vão dar uma passadinha, assim como minha amiga e mentora Valerie Jarrett. Vocês também ouvirão muito sobre minhas amigas mulheres, que sempre estiveram com um ombro disponível para mim. Neste tempo de isolamento social, investir em relações que nos fazem o que somos é mais importante do que nunca", adicionou ela.

O que esperar do podcast

Os temas do podcast serão variados e a produção ficará por conta da produtora criada por ela e pelo marido, Barack Obama, a Higher Ground Productions. Entre os convidados da primeira temporada, estão a mãe, o irmão e amigos da ex-primeira-dama dos Estados Unidos.

No anúncio do programa, há cerca de uma semana, ela disse: "Foi um ano difícil, e espero que este podcast possa nos ajudar a explorar o que estamos passando e iniciar novas conversas com nossos entes queridos. Mal posso esperar para que todos escutem - o primeiro episódio sai em 29 de julho!".

Com o projeto, Michelle quer abrir "novas conversas - e conversas difíceis". "É assim que podemos construir mais compreensão e empatia um pelo outro - especialmente em épocas como essa".

"O que eu amo nessas conversas é que elas são questões com as quais todos lidamos todos os dias - e elas podem assumir um novo significado quando estamos enfrentando uma pandemia global ou buscando uma justiça racial há muito esperada em nossas comunidades", concluiu.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado no primeiro parágrafo, Michelle Obama é ex-primeira-dama dos EUA, e não ex-vice-presidente. A informação foi corrigida.

Internacional