Exclusivo para assinantes UOL

Segundo Fidel, a guerra nuclear deveria começar nas quartas de final da Copa

Lluís Bassets

  • Alex Castro/EFE

    O ex-presidente cubano Fidel Castro, em sua primeira aparição pública desde que adoeceu. Fidel visitou o Centro Nacional de Investigações científicas, em Havana

    O ex-presidente cubano Fidel Castro, em sua primeira aparição pública desde que adoeceu. Fidel visitou o Centro Nacional de Investigações científicas, em Havana

O calor dos caldeirões é o que mais conforta o diabo e o faz reviver quando desmaia. Fidel Castro goza dando voltas na ideia de uma guerra nuclear. Na última segunda-feira apareceu na televisão oficial cubana - não há outra - para falar sobre o iminente conflito que começará com um ataque dos EUA e Israel contra o Irã, ao qual se seguirá uma reação antecipada da Coreia do Norte, "que não poderá não ser nuclear", segundo o octogenário ex-guerrilheiro e ditador.

UOL Cursos Online

Todos os cursos