Exclusivo para assinantes UOL

Ansiedade de americanos por "choque comercial" da China não deve ser subestimada, diz economista

Stephen J. Dubner e Steven D. Levitt

  • Divulgação

Durante anos, muitos americanos suspeitaram que a globalização não era exatamente aquilo que deveria ser. Que, apesar das declarações otimistas de economistas, especialistas e políticos, a China estava destruindo a industrialização dos Estados Unidos. Donald Trump se aproveitou dessa ansiedade e dessa frustração para conseguir alavancar sua vitória em novembro, escolhendo a ameaça da China à economia durante toda sua campanha populista.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos