Exclusivo para assinantes UOL

A Europa quer garantir seu acesso aos metais raros

Bertrand d'Armagnac

  • Virginia Mayo/AP

    O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, em entrevista coletiva no final da cúpula da União Européia (UE), em Bruxelas (Bélgica).

    O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, em entrevista coletiva no final da cúpula da União Européia (UE), em Bruxelas (Bélgica).

é a vez da geologia em Bruxelas. O nióbio, a platina, o tungstênio, as terras-raras, além de uma dezena de outras matérias-primas, preocupam a Comissão Europeia, bem como os industriais e os governos. Após dezoito meses de estudos, Bruxelas publicará, na quinta-feira (17), uma lista de 14 metais e famílias de metais “críticos”, importantes para a economia da União Europeia (UE), e cujo fornecimento poderá sofrer o impacto de tensões políticas ou de escassez. Esse documento, que será revisado periodicamente, deve servir de base para um plano que a Comissão pretende apresentar no outono.

UOL Cursos Online

Todos os cursos