Exclusivo para assinantes UOL

Existe um "território comum aos interesses do Líbano e da Síria", diz Saad Hariri

Cécile Hennion e Gilles Paris

Enviados especiais a Beirute (Líbano)

  • Dalati Nohra/EFE

    O primeiro-ministro do Líbano, Saadi Hariri

    O primeiro-ministro do Líbano, Saadi Hariri

Saad Hariri nos recebe em Beirute, em seu novo quartel-general, Beit al-Wasat, a “casa do meio”, instalada junto ao Palácio do governo, em uma área sujeita a regras de segurança draconianas. O jovem primeiro-ministro de 39 anos tem feito diversas viagens desde que compôs seu governo. Ele acaba de voltar, nessa segunda-feira, 18 de janeiro, dos Emirados árabes, antes de uma visita de três dias a Paris, de 20 a 22 de janeiro, e depois uma outra ao Egito. Após essa entrevista, em francês, ele receberá o sayyed Ammar al-Hakim, novo chefe do Conselho Supremo Islâmico do Iraque, o poderoso partido xiita, de passagem pelo Líbano.

UOL Cursos Online

Todos os cursos