Exclusivo para assinantes UOL

Líbano deixa equilíbrio de lado e ressoa conflito entre sauditas e iranianos

Christophe Ayad

  • Mahmoud Zayyat

    Partidários do Hezbollah ouvem o líder do movimento, Hassan Nasrallah, em Insar

    Partidários do Hezbollah ouvem o líder do movimento, Hassan Nasrallah, em Insar

Desde que teve início a crise síria, o Líbano conseguiu escapar de seu tradicional papel de caixa de ressonância dos conflitos regionais. Mas os últimos dias o pequeno país do Cedro voltou a se tornar motivo de confronto entre a Arábia Saudita e o Irã, que tem atravessado e estruturado quase todos os conflitos atuais no Oriente Médio, desde a Síria até o Iêmen, passando pelo Iraque e pelo Bahrein.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos