Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Obama termina mandato de mãos atadas diante do Afeganistão

Alain Frachon

  • Afghan Islamic Press via AP

    Em foto sem data e localização, o novo líder do Taleban, mulá Haibatullah Akhundzada, posa para um retrato.

    Em foto sem data e localização, o novo líder do Taleban, mulá Haibatullah Akhundzada, posa para um retrato.

Quando Barack Obama deixar a Casa Branca, em janeiro de 2017, a guerra do Afeganistão continuará, como o conflito armado mais longo do qual os Estados Unidos já participaram, completando em breve 15 anos de combates ininterruptos. O presidente americano havia prometido acabar com essa “guerra sem fim”, mas podemos duvidar que ele consiga cumprir sua palavra.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos