Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Décadas de negação produziram o radicalismo de Molenbeek

Jean Pierre Stroobants

  • Daniel Berehulak/The New York Times

    Moradoras passeiam pelo mercado de Molenbeek, em Bruxelas

    Moradoras passeiam pelo mercado de Molenbeek, em Bruxelas

Será que políticos, policiais e agências de inteligência realmente não viram nada em Molenbeek, mesmo com reportagens de jornalistas, desde meados dos anos 1990, alertando para a expansão de núcleos radicais nessa parte abandonada de Bruxelas?

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos