Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Como o Irã se tornou uma democracia antidemocrática

Max Fisher

  • Atta Kenare/ AFP

    Simpatizante distribui imagem do presidente e candidato a reeleição Hassan Rouhani, nas ruas de Teerã

    Simpatizante distribui imagem do presidente e candidato a reeleição Hassan Rouhani, nas ruas de Teerã

As eleições presidenciais no Irã apresentam uma contradição intrigante: como o governo pode incluir um líder supremo não eleito e um presidente escolhido em votações que são tratadas como disputas sérias?

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos