Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Ambição de ex-chefe de campanha de Trump abriu o caminho para sua queda

Kenneth P. Vogel

Em Washington (EUA)

  • ERIC THAYER/NYT

    Paul Manafort, ex-chefe de campanha de Trump, na Convenção Nacional do Partido Republicano em julho de 2016

    Paul Manafort, ex-chefe de campanha de Trump, na Convenção Nacional do Partido Republicano em julho de 2016

Em fevereiro de 2016, após décadas de pagamentos lucrativos por clientes estrangeiros, Paul Manafort se viu em um momento decisivo. Ele estava começando a perder a esperança de receber milhões de dólares que um partido político ucraniano, alinhado com a Rússia, lhe devia e em dificuldades para ajudar seu genro a recuperar investimentos imobiliários ruins. Também estava se coçando por uma última chance no palco político americano.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos