Topo

Apesar de guerra estar ao lado, vilarejo consegue ser refúgio para população do Iêmen

BEN HUBBARD/NYT
Aula de direito em universidade pública em Marib, no Iêmen, que foi encerrada pela guerra e reaberta no ano passado com 2.700 alunos Imagem: BEN HUBBARD/NYT
Exclusivo para assinantes UOL

Ben Hubbard

Em Marib (Iêmen)

11/11/2017 00h01

Enquanto boa parte do Iêmen começa a enfrentar a fome, os moradores desta empoeirada cidadezinha no deserto podem agora comprar comidas que muitos locais nunca haviam provado antes, como pizza, hambúrguer e sorvete.E enquanto ataques a...