Exclusivo para assinantes UOL

Ela enfrentou a indústria de refrigerantes da Colômbia, até ser ameaçada e silenciada

Andrew Jacobs e Matt Richtel

Em Bogotá (Colômbia)

  • Juan Arredondo/The New York Times

    Vendedor ambulante oferece refrigerantes em semáforo de Bogotá, Colômbia

    Vendedor ambulante oferece refrigerantes em semáforo de Bogotá, Colômbia

Começou com ameaças por telefone, falhas estranhas nos computadores do escritório e homens em carros estacionados, fotografando a entrada do escritório do pequeno grupo de defesa do consumidor. Então, em dezembro do ano passado, a dra. Esperanza Cerón, a chefe do grupo, disse que dois homens em motos pararam ao lado de seu carro e bateram no vidro.

UOL Cursos Online

Todos os cursos