Topo

Nova Zelândia reluta em usar o nome do suspeito de ataque para evitar amplificar sua causa

Jorge Silva/Reuters
20.mar.2019 - Pessoas participam da cerimônia de sepultamento das vítimas dos ataques às mesquitas em Christchurch Imagem: Jorge Silva/Reuters
Exclusivo para assinantes UOL

Damien Cave e Emily Steel

Em Christchurch (Nova Zelândia)

2019-03-21T00:01:00

21/03/2019 00h01

O homem acusado de realizar os ataques que mataram 50 pessoas em duas mesquitas em Christchurch deverá representar a si mesmo no tribunal, mas a primeira-ministra do país disse na terça-feira (19) que deseja fazer tudo o que for possível para lhe negar...