Topo

Em um Líbano dividido pelas religiões, o basquete é um tipo de "guerra, sem tiroteio"

Torcedores do Riyadi comemoram nas ruas de Beirute, no Líbano, depois de derrotar um rival em um jogo da liga de basquete - Diego Ibarra Sánchez/The New York Times
Torcedores do Riyadi comemoram nas ruas de Beirute, no Líbano, depois de derrotar um rival em um jogo da liga de basquete Imagem: Diego Ibarra Sánchez/The New York Times
Exclusivo para assinantes UOL

Vivian Yee

Em Beirute (Líbano)

20/05/2019 00h01

Falando francamente, a equipe deles nunca venceria. Mas isso não impediu os torcedores fanáticos nas arquibancadas de xingarem seus rivais. Algumas ofensas eram do tipo "sua mãe...", outras de um gênero que os libaneses, talvez singularmente entre os f...

Mais Jornais internacionais