Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: A Otan ainda existe? Aliança parece ter esquecido o seu propósito

Jochen Bittner*

Em Hamburgo (Alemanha)

  • JANEK SKARZYNSKI /AFP

Tratados são feitos para transformar uma vontade em uma obrigação. Mas o que acontece quanto essa vontade muda? Os eleitores britânicos acabaram de dar um exemplo, apesar de mal informados, ao rejeitarem a ideia de que os tratados da União Europeia acrescentam valor ao seu país. Por mais desconfortável que possa ser, há motivo para se olhar de forma crítica para um acordo ainda mais antigo que une as nações do Ocidente: o tratado da Otan.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos