Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Trump, um Chevrolet e a incerteza em Cuba

Leonardo Padura*

Em Havana (Cuba)

  • Alan Diaz/ AP

    26.nov.2016 - Manifestante com máscara do Donald Trump segura cartaz onde se lê "morre o rato" em referência à morte de Fidel Catro, em Liittle Havana, em Miami

    26.nov.2016 - Manifestante com máscara do Donald Trump segura cartaz onde se lê "morre o rato" em referência à morte de Fidel Catro, em Liittle Havana, em Miami

R.P. é um empresário cubano. Seu negócio consiste nele e seu carro --mas não são simplesmente qualquer homem e qualquer carro. R.P. tem 40 anos. Há 16, formou-se em engenharia mecânica na Universidade Tecnológica de Havana, mas há seis, quando o governo relaxou as regras sobre a empresa privada, ele deixou seu emprego de especialista em transporte para se tornar motorista de táxi. Quase imediatamente começou a ganhar cinco ou seis vezes seu salário anterior. Seu carro, é claro, é tão tipicamente cubano quanto ele: um Chevrolet Bel Air 1957 herdado de seu pai.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos