Topo

Terapia com boto ajuda crianças com necessidades especiais na Amazônia

Do UOL, em São Paulo

28/08/2012 11h06

A delicadeza das crianças ao entrar na água é logo quebrada pela algazarra dos brincalhões botos. O primeiro contato é de espanto, algumas crianças choram e riem ao mesmo tempo. É a bototerapia, uma iniciativa feita na Amazônia pelo fisioterapeuta Igor Andrade.

A terapia com o golfinho de rio em seu hábitat natural tem o aval de um veterinário especialista em animais amazônicos, Anselmo Da"Fonseca, de uma bióloga especialista em botos, Vera da Silva, ambos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Participa também uma médica hematologista do Instituto de Hematoterapia do Amazonas (Hemoan), Socorro Sampaio, que acompanha mensalmente à bototerapia pelo menos dez crianças em tratamento de graves problemas, como leucemia.

No atendimento gratuito, também há crianças especiais, com síndrome de Down, hidrocefalia ou má formação genética, encaminhadas por instituições.

(Com Agência Estado)

Mais Notícias