Topo

Você sabe como cuidar da coluna e evitar as temidas dores nas costas? Veja dicas

Márcia Moreno

Do UOL, em São Paulo

25/09/2012 07h00

Tantas vezes menosprezada, a coluna vertebral é o nosso eixo de sustentação, mas não damos a ela a atenção necessária. Principal sinal desse descaso: o aparecimento das dores nas costas, principalmente a partir dos 40 anos de idade, quando começa a surtir efeito uma vida inteira de hábitos ruins.

“A dor nas costas é a segunda causa mais freqüente de visitas a consultórios médicos e faltas no trabalho”, afirma o Dr. Rogério Vidal de Lima, ortopedista e especialista em coluna pelo Hospital das Clínicas de São Paulo. Assim, para evitar dores e complicações, convém cuidar da coluna desde cedo.

Os pais devem ficar atentos aos filhos. “Qualquer alteração postural na fase de desenvolvimento osteo-muscular poderá ser repercutida na fase adulta”, afirma o fisioterapeuta Cyrus Alexandre, especialista em Fisiologia do Exercício, Biomecânica, Traumatologia e Reabilitação.

Muitas crianças carregam peso exagerado na mochila da escola e isso pode prejudicar muito a coluna vertebral. “O ideal é que levem até 10% do peso corporal nas costas e evitem percorrer grandes distâncias com a mochila”, explica Lima. A mochila com alça nas costas, com o peso ideal, de carga leve, é o melhor para os pequenos, diz ele.

O modelo com rodinhas pode ajudar na questão do peso, mas prejudica a coluna da criança, por causa da postura inadequada na hora do transporte. “Deveria haver mais campanhas preventivas e educativas sobre a saúde da coluna nas escolas e nas empresas. Prevenir é melhor do que remediar”, acredita Alexandre.

As consequências mais comuns da falta de cuidado com a coluna são as lombalgias - inflamação na região lombar, geralmente causadas pelo desequilíbrio muscular, falta de alongamentos e má postura. “O paciente geralmente sente dores lombares na realização de alguns movimentos que, se não forem tratadas, podem se tornar constantes”, diz o fisioterapeuta.

Para o médico ortopedista, mesmo uma pessoa que não tenha dores, mas acredita ter uma postura inadequada, deve procurar um especialista para avaliar e fazer um diagnóstico. E hoje em dia existem métodos que ajudam muito a postura, como o RPG (Reeducação Postural Global) e o Pilates. “São métodos que atuam no equilíbrio muscular da região abdominal e paravertebral e no alinhamento postural”, conta Alexandre.
 

 

 

Mais Notícias