PUBLICIDADE
Topo

Goji berry é o superalimento da vez; veja receitas com a fruta

Cada 100 gramas, ou uma xícara de chá da versão seca, contém 2500 miligramas de vitamina C - Thinkstcok
Cada 100 gramas, ou uma xícara de chá da versão seca, contém 2500 miligramas de vitamina C Imagem: Thinkstcok

Cármen Guaresemin

Do UOL, em São Paulo

19/08/2013 07h00

O goji berry vem do sul da Ásia e até pouco tempo era desconhecido no Brasil. Porém, pouco a pouco, o alimento vem atraindo o interesse dos adeptos da alimentação saudável. Não é para menos: esta superfruta é rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos insaturados e, além de tudo isso, como as demais frutas vermelhas, é antioxidante. Sem contar que é pouco calórica, ajuda a dar energia e melhora o metabolismo.

Cada 100 gramas, ou uma xícara de chá, da versão seca do goji berry contém 2500 miligramas de vitamina C, quantidade 50 vezes maior que a de uma laranja. Além disso, a fruta também possui grande quantidade das vitaminas B1, B2 e B6.

Graças às suas propriedades antioxidantes, a fruta atua como agente na prevenção de doenças cardiovasculares e inflamatórias, distúrbios da visão, do sistema neurológico e imunológico, além de possuir propriedade anticancerígena e antienvelhecimento.

"Goji berry  faz parte da  alimentação dos povos asiáticos que a consideram uma planta medicinal, em função da sua composição riquíssima em antioxidantes", afirma a nutricionista esportiva e ortomolecular Luciana Harfenist.

O nutricionista clínico e funcional, Fábio Bicalho conta que o alimento tem aparência de um pequeno tomate-morango, de cor vermelha viva. "Segundo a tradição tibetana é extremamente sensível e delicado".

Uma pesquisa publicada no Journal of Alternative and Complementary Medicine, em 2008, comprovou que o consumo regular da fruta asiática resulta no aumento no nível de energia, desempenho atlético, qualidade do sono, facilidade de despertar e a capacidade de se concentrar em atividades. Além disso, pode ajudar na redução da fadiga e do estresse.

Bicalho acrescenta outros benefícios: "A fruta fortifica e mantém o sistema imune saudável, combate a inflamação e a artrite, reduz e modula o colesterol, regula a pressão arterial, reduz os níveis de glicose no plasma. Além disso, acelera o metabolismo ajudando na perda de peso e,assim, evitando a formação de celulite".

Já Harfenist lembra que a frutinha também combate o câncer de pele em função dos carotenóides e contém nutrientes importantes que produzem uma desintoxicação hepática.

A fruta pode ser achada in natura, seca e em forma de cápsulas. Porém, há dois inconvenientes: ela não é muito fácil de ser encontrada ainda por aqui e seu preço é um pouco salgado.