Quer ajudar bebês com microcefalia? Projeto conecta mães a doações

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

  • Ueslei Marcelino/ Reuters

    Casos de microcefalia mexeram com a solidariedade dos brasileiros

    Casos de microcefalia mexeram com a solidariedade dos brasileiros

O aumento dos casos de microcefalia no Brasil deu início a um movimento de solidariedade. A história de mães com filhos com danos neurológicos sensibilizou uma família de São Bernardo do Campo (SP), que criou o Projeto Cabeça e Coração para conectar quem quer fazer doações a crianças que precisam de ajuda.

A página é hospedada na plataforma Tumblr e reúne depoimentos de mães de diferentes Estados. Ao fim de cada história, há uma lista de itens que a família precisa (leite, fraldas, roupas ou recursos), o endereço para o envio de doações e a conta bancária (para as mães que possuem uma) destinada à ajuda em dinheiro.

Até aqui, são 18 mães de oito Estados diferentes e outras quatro em fase de entrevista. 

Doações até de R$ 500

As responsáveis pelo site são a economista Cida Nicolau, e suas duas filhas Maria Clara Vieira e Maria Júlia Vieira. A ideia surgiu em outubro, ainda no início dos relatos sobre a microcefalia, mas só se tornou realidade em 30 de dezembro, quando o primeiro post foi publicado na página. No começo, o grupo procurou mães nas redes sociais. Agora, há até quem procure a página em busca de ajuda.

"No início do projeto, adicionávamos a mãe e mandávamos uma mensagem explicando sobre o Cabeça e Coração. As que demonstravam interesse eram contatadas por telefone para relatarem sua história", explicou a jornalista Maria Clara Vieira, uma das administradoras da página.

É o caso de Laurineide, de Monteiro, no interior da Paraíba. "Estou desempregada, meu marido ganha pouco e temos outro filho. A despesa é muito grande: temos que ir para Recife com o bebê três vezes por semana para as terapias. É uma distância de quase 400 km. A prefeitura da minha cidade me dá o carro e o combustível de ida, mas tenho que pagar o combustível da volta e ainda precisamos fazer uma refeição por lá. Cada vez que vou para Recife gasto cerca de R$ 120", disse à página.

O grupo também divulga o que as mães recebem para seus seguidores no Facebook. Já houve até depósitos de R$ 500 na conta corrente de uma família.

"As mães nos mandam fotos de compras que fizeram graças às transferências bancárias. Tem até família que conseguiu comprar carrinho. Em outros casos, o dinheiro precisa ser usado em deslocamento", afirmou Maria Clara.

O governo oferece assistência para famílias com bebês que enfrentam o problema por meio de um benefício para pessoas com deficiências. Maria Clara lembra, contudo, que isto pode não ser o suficiente.

"As mães que atendemos no programa sabem que esse benefício existe e algumas estão tentando conseguir. Este auxílio funciona como um substituto para o salário que as mães tinham, já que elas precisam deixar seus empregos para cuidar das necessidades especiais do bebê integralmente. Então a ajuda acaba se fazendo necessária em certos casos", disse. 

Reprodução/Facebook
Família de bebê com microcefalia ganhou berço entre doações
 

Tudo pelo bebê

Não faltam, na página, histórias de mães que batalham para dar uma vida melhor aos filhos. Uma delas é de Jaqueline, de Olinda (PE), que até se mudou e deixou o marido para ajudar seu filho.

"A casa onde a gente morava era muito simples, sem reboco, e tinha umidade. Quando fechava a porta para dormir, ficava um cheiro de mofo que fazia mal para o Daniel (bebê com microcefalia). Um dia, ele até ficou roxo por não conseguir respirar. Eu quis me mudar da casa para ele viver melhor, mas o meu marido disse que não iria comigo. Então peguei meus filhos e me mudei, pela saúde do bebê. Desde então, a coisa complicou", relatou, em depoimento ao site.

Como doar

Para doar, basta acessar o site do Projeto Cabeça e Coração. Em cada post, há uma história da família e os itens necessários, com o correspondente endereço residencial para envio de itens por correio ou presencialmente. Os dados para doações em dinheiro também são disponibilizados para quem possui conta em bancos.

Mãe aprende a estimular bebê com microcefalia

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos