Topo

Tecnologia

Redes sociais


O truque de um empresário japonês para criar o tuíte mais compartilhado da história

Reprodução/Twitter
Tuíte mais compartilhado da história Imagem: Reprodução/Twitter

Redação BBC News Mundo

2019-01-07T13:05:13

07/01/2019 13h05

O japonês Yusaku Maezawa gosta de desafios. O mais recente deles tem a ver com o Twitter. A postagem que Maezawa publicou no último 5 de janeiro se tornou a mais compartilhada da rede social, sendo retuitada mais de quatro milhões de vezes.

Na mensagem ele celebra que seu site Zozotown alcançou um volume de vendas de 10 bilhões de yenes japoneses (US$ 92 milhões) na época do Natal. Mas não foi só isso. Maezawa também ofereceu um incentivo para que as pessoas compartilhassem seu post: prometeu distribuir 100 milhões de yenes (cerca de US$ 920 mil) aleatoriamente entre 100 pessoas que retuitassem a mensagem.

"Para participar, tudo que você tem que fazer é me seguir e dar RT nesse tuíte", explicou na rede social.

Com essa estratégia, Maezawa superou o recorde anterior, conquistado em maio de 2017 por Carter Wilkinson, um jovem americano que fez uma perguntou a uma rede fast food americana quantos retuítes seriam necessários para que ele ganhasse nuggets de frango grátis durante um ano. A resposta da empresa foi: 18 milhões.

Wilkinson pediu no Twitter que as pessoas o ajudassem a bater a meta. Acabou conseguindo 3,5 milhões de retuítes - e os nuggets grátis, apesar do número inferior ao objetivo inicial.

Antes de Wilkinson, o recorde de retuítes pertenceu por três anos à atriz e apresentadora americana Ellen DeGeneres, com a selfie que postou durante a cerimônia do Oscar de 2014.

Banda punk, mundo da moda, obra de arte e viagem à Lua

Maezawa ganhou fama no Japão há alguns anos como baterista da banda de punk Switch Style. Mas foi no mundo da moda que fez fortuna, como proprietário da loja de roupas virtual Zozotown. Também ganhou notoriedade por ter pago cifras recordes por obras de arte contemporânea.

Além disso, alguns meses atrás, apareceu na imprensa internacional ao anunciar que seria o primeiro turista a viajar para a Lua com a empresa SpaceX, do americano Elon Musk. Em seguida, o próprio Musk publicou uma foto sua junto com Maezawa.

O preço pago por Maezawa não foi divulgado. Musk disse apenas que era "muito dinheiro". A fortuna pessoal de Maezawa está estimada em cerca de US$ 3 bilhões (cerca de R$ 11 bilhões).