Topo

Tecnologia

A tecnologia por trás...


Luz que envia dados: como a fibra óptica deixa sua internet mais potente?

Getty Images/iStockphoto
Como um fiozinho iluminado resolve a sua vida? Imagem: Getty Images/iStockphoto

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

2019-01-31T04:00:00

31/01/2019 04h00

Luz enviando sinais e dados, e que resultam em uma internet mais potente e estável na sua casa. Parece uma doideira, né? Mas essa é a tecnologia presente na fibra óptica, empregada atualmente por várias empresas de telefonia no Brasil.

Mas como isso funciona?

O funcionamento da fibra óptica é bem diferente do que estávamos acostumados com fios de cobre e afins, por isso é um avanço grande na transmissão de dados. Basicamente, a fibra é um caminho criado para que a luz envie dados a uma velocidade fantástica de um emissor para um aparelho receptor.

É uma transmissão de sinais a partir da luz. Vão mandar pulsos em intervalos de tempo, em um funcionamento até parecido com o código Morse. O mais legal da fibra óptica é que você acaba trabalhando com a velocidade da luz

Fernando Madani, coordenador do curso de engenharia de controle e automação do Instituto Mauá de Tecnologia

A mágica toda acontece dentro da fibra, que é o meio para a passagem desses dados pela luz. A fibra funciona como um "espaguete" furado, por onde a luz passa. As paredes internas controlam a luz, como se fosse água passando por um cano --por isso, a transparência do tubo é importante: se ele quebrar, a luz já não passa mais ali.

Existem fibras de LED ou laser, mas é possível transmitir sinais diferentes em um mesmo cabo.

O cabo em si é construído a partir de camadas de vidro, revestimento de plástico e outros elementos de proteção para evitar quebras. De um lado do sistema, fica um emissor dos sinais de luz. De outro, o receptor que transformará a luz em dados.

Presidente da Anatel diz: ou conexão de ponta para poucos ou serviço meia-boca para todos

Leia mais

Benefício e desafios

A vantagem da fibra está no fato de ela conseguir transmitir muito mais dados, em uma velocidade maior. Os cabos ópticos ainda conseguem atingir maiores distâncias com menos perdas e mais velocidade. Eles também sofrem menos interferência eletromagnética, já que o que ocorre é somente passagem de luz.

Por outro lado, um problema está no custo maior dessa tecnologia, já que precisa ser montada toda uma infraestrutura para a transmissão de dados dessa maneira. A fibra, também, exige muito mais cuidados e proteções do que um cabo comum.

"Tem o problema de custo de instalação. Ao mesmo tempo não pode nunca virar um fio dela em 90 graus porque perde o sinal. Tem que fazer um investimento na infraestrutura, ela é bem sensível a isso. Tem uma preocupação maior com ela, deixar em área de casa que não pode deixar cadeira passar...", explica Madani.