Desemprego alcança novo recorde de 3,59 milhões de franceses

Paris, 27 Jan 2016 (AFP) - A taxa de desemprego subiu 2,6% na França, em 2015, chegando a 3,59 milhões o número de pessoas registradas que buscavam emprego, das quais 2,47 milhões se encontram na mesma situação há mais de um ano, informou, nesta quarta-feira, o Ministério do Trabalho.

Entre os mais velhos (próximos da aposentadoria), houve um aumento de 8,4% em 12 meses.

Outro ponto negativo foi o desemprego de longa duração. No final de dezembro, havia 2,47 milhões de pessoas buscando trabalho há mais de um ano, cerca de 9,5% a mais do que em dezembro de 2014.

As taxas mostraram uma leve melhora no setor dos jovens, com uma redução de 4% em um ano.

De acordo com os números oficiais, uma pessoa que perde seu emprego na França demora, em média, 19 meses para ser contratada novamente.

A ministra do Trabalho Myriam El Khomri justificou estes resultados devido aos "efeitos de baixa de atividade registrada em vários setores (da economia) no contexto que conhecemos em novembro e dezembro".

Em novembro de 2015, a França foi marcada por ataques suicidas que deixaram 130 mortos e provocaram fortes quedas no turismo e na frequentação de centros comerciais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos