Cinco detidos após explosão em Instituto de Criminologia de Bruxelas

Bruxelas, 29 Ago 2016 (AFP) - Cinco pessoas foram detidas após o incêndio criminoso registrado na madrugada desta segunda-feira no principal centro científico de justiça em Bruxelas, que provocou uma explosão e grandes danos, embora sem deixar feridos, informou a procuradoria de Bruxelas.

"A hipótese de um ato terrorista não foi confirmada. É óbvio que muitos indivíduos teriam interesse em fazer desaparecer os elementos acusatórios em suas fichas judiciais. A investigação está em andamento e várias pistas são contempladas", indicou a promotoria em um comunicado.

O Instituto Nacional de Criminalística e Criminologia (INCC) é uma instituição científica que se encarrega, principalmente, da identificação e da análise das impressões digitais de suspeitos.

As cinco pessoas foram detidas "perto do Instituto" e "estão atualmente sendo interrogadas para determinar se desempenharam um papel e qual foi ele", explicou uma porta-voz da procuradoria, Ine Van Wymersch, em uma coletiva de imprensa.

As detenções foram registradas em Neder-Over-Hembeek, na periferia de Bruxelas, "pouco depois dos fatos", segundo a mesma fonte.

siu-zap/clp/at/me/meb/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos