PUBLICIDADE
Topo

Os cinco estados-chave para definir a eleição presidencial dos EUA

05/11/2020 16h27

Washington, 5 Nov 2020 (AFP) - A incerteza sobre os resultados das eleições presidenciais nos Estados Unidos continuou a manter o país em suspense nesta quinta-feira (5), sujeito à contagem em cinco estados-chave onde os resultados são muito apertados para declarar um vencedor.

Cada estado atribuiu um número de votos ao Colégio Eleitoral e é preciso ir alcançar o número máximo de 270 delegados para chegar à Casa Branca.

Atualmente o candidato democrata, Joe Biden, tem entre 253 e 264 votos - a diferença se deve à incerteza sobre os resultados no Arizona - e o presidente Donald Trump, 214.

Confira os resultados e as contagens em andamento nos estados, acompanhados de perto pelos americanos.

- Arizona -Neste estado na fronteira com o México, há 11 delegados em jogo.

Na manhã de quinta-feira, Biden avançou na contagem com 50,5% dos votos contra 48,1% para Donald Trump, com margem de 68.000 votos, de acordo com uma contagem preliminar com 86% apurados.

A emissora conservadora Fox e a agência de notícias norte-americana Associated Press (AP) atribuíram a vitória neste estado ao democrata na noite de terça-feira, estimando que era impossível para Trump recuperar terreno.

Mas outros veículos de mídia, como o New York Times e a CNN, preferiram esperar para cravar um vencedor neste estado que tradicionalmente vota nos republicanos.

As autoridades locais projetaram que devem terminar a contagem antes de sexta-feira.

- Geórgia -Na Geórgia, há 16 delegados em jogo.

Neste estado que tradicionalmente vota nos republicanos, foram contabilizados 96% dos votos.

Trump está na liderança desde a terça-feira, mas sua margem diminuiu e ele atualmente tem apenas 18.500 votos à frente de Biden.

O presidente republicano tem 49,6% dos votos, ante 49,2% do adversário, segundo a mídia norte-americana.

- Nevada -Nevada contribui com 6 delegados para o candidato que vence no voto popular.

Cerca de 86% dos votos já foram apurados neste estado que optou por Hillary Clinton em 2016.

Biden está atualmente na liderança, com 49,3%, em comparação com 48,7% de Trump, o que representa uma diferença de menos de 8.000 votos.

- Pensilvânia -Na Pensilvânia, com 20 delegados, Trump começou com uma vantagem confortável que foi diminuindo ao longo das horas.

Na quinta-feira, o presidente estava 50,7% à frente do rival, ante 48,2% com 160 mil votos.

Ainda há 750 mil votos a serem contados, todos pelo correio, método preferido pelos eleitores democratas, que segundo a mídia americana pode reverter os resultados.

As autoridades esperam poder concluir antes de sexta-feira.

- Carolina do Norte -Na Carolina do Norte, um estado tradicionalmente republicano, 95% dos votos foram computados e 15 delegados estão em jogo.

No momento Trump leva vantagem com 50,1% contra 48,7% de Biden, com margem de 77.000 votos.

Mas aqui, os votos por correio enviados até o dia da eleição - terça-feira, 3 de novembro - são aceitos se chegarem nos nove dias seguintes.

bur-an/ll/cc/mvv