PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Haiti: 3 novos reféns são libertados entre os 17 norte-americanos sequestrados em outubro

06/12/2021 14h04

Porto Príncipe, 6 dez 2021 (AFP) - Três novos integrantes do grupo de 17 missionários norte-americanos e seus familiares, sequestrados em meados de outubro perto de Porto Príncipe, a capital do Haiti, foram libertados, anunciou nesta segunda-feira (6) a organização religiosa Christian Aid Ministries.

"Agradecemos a Deus porque outros três reféns foram libertados na noite de ontem [5]", assinalou a organização religiosa em um comunicado publicado em seu site.

"Os que foram libertados estão sãos e salvos e parecem estar de bom humor [...] Assim como no comunicado anterior, não podemos proporcionar os nomes dos libertados, as circunstâncias de sua libertação ou qualquer outro detalhe", acrescentou a Christian Aid Ministries.

No dia 16 de outubro, um grupo com 16 americanos e um canadense foi sequestrado após visitar um orfanato no coração de uma área controlada por uma das principais organizações criminosas do Haiti. Dois deles foram libertados em novembro. Com isso, 12 ainda permanecem em cativeiro.

De acordo com a Christian Aid Ministries, o grupo sequestrado incluía 12 adultos, de entre 18 e 48 anos, e cinco crianças com idades compreendidas entre 8 meses e 15 anos.

Integrantes da gangue de sequestradores, chamada de "400 mawozo", haviam exigido o pagamento de um resgate de 1 milhão de dólares por cada refém, segundo informações apuradas pela AFP.

Os Estados Unidos classificam o Haiti na zona vermelha de periculosidade e desaconselham seus cidadãos a viajar ao país caribenho, assolado pela pobreza, a violência das gangues e a instabilidade política.

bur-iba/seb/llu/rsr/rpr