PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA anunciam fim de isenções a pagamentos da dívida da Rússia em dólares

24/05/2022 18h33

Washington, 24 Mai 2022 (AFP) - Os Estados Unidos porão fim a uma isenção que permite a Moscou pagar seus compromissos externos em dólares a partir das 04H01 GMT (01h01 em Brasília) de quarta-feira, anunciou nesta terça (24) o Departamento do Tesouro.

O fim da isenção ocorrerá a dois dias do vencimento do próximo pagamento do serviço da dívida russa, que é de cerca de 100 milhões de dólares em juros sobre suas obrigações, deixando Moscou exposta a um eventual não pagamento de suas obrigações.

Em vigor desde o início das sanções ocidentais contra a Rússia em represália à invasão da Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, tal isenção permitiu a Moscou evitar até agora do calote.

A medida tinha sido decidida por Washington para permitir "uma transição ordenada e aos investimentos vender seus títulos", explicou na semana passada a secretária do Tesouro americana, Janet Yellen, que também tinham indicado a "provável" supressão da medida.

A Rússia, por sua vez, não poderá mais pagar a dívida com dólares em bancos americanos, no âmbito das sanções reforçadas decretadas pelos Estados Unidos em 5 de abril.

A governadora do banco central russo, Elvira Nabioullina, admitiu em 29 de abril que Moscou enfrentava "dificuldades de pagamento", mas se recusou a falar da entrada em potencial de seu país em default.

A dívida externa russa representa, segundo o Ministério das Finanças, entre 4.500.000 e 4.700.000 rublos (de 78 a 81 bilhões de dólares no câmbio atual, ou seja, 20% de sua dívida pública total.

hs/gm/mr/mvv