Senado constrói primeiro banheiro feminino no plenário

A diretoria do Senado Federal decidiu aproveitar o recesso parlamentar para começar uma obra cuja necessidade é antiga na Casa: a construção de um banheiro feminino no plenário. Embora o Congresso Nacional tenha 55 anos, somente agora as senadoras terão um banheiro privativo para mulheres.

A obra, orçada em R$ 35, 8 mil consiste basicamente em dividir e adaptar o banheiro masculino já existente. Assim, as senadoras não precisarão mais se dirigir ao chamado "cafezinho", restaurante anexo ao plenário, e deixar a sessão quando precisarem ir ao banheiro.

Atualmente, 12 senadoras exercem  mandato, o que equivale a 15% do total de 81 senadores. A expectativa é que o percentual suba nos próximos anos, uma vez que os partidos políticos são obrigados a ter 30% de candidatas nas eleições. Há ainda uma proposta de emenda à Constituição aprovada no Senado, ainda pendente de análise da Câmara, que prevê a reserva de vagas nas casas legislativas para as mulheres.

A primeira senadora eleita no Brasil foi Eunice Michilis, que representava o Amazonas. Eunice foi eleita em 1979 e assumiu o cargo após a morte do titular, concluindo o mandato em 1987. Desde então, mais 32 mulheres ocuparam o posto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos