Ministério Público da Bélgica identifica terceiro homem envolvido em atentados

O Ministério Público belga anunciou hoje (26) ter identificado Fayçal Cheffou, detido na sexta-feira (25), como o terceiro homem envolvido nos atentados terroristas no aeroporto de Bruxelas e acusou-o de liderar atividades terroristas.

O detido seria "o homem do chapéu" visto em imagens do circuito interno do Aeroporto de Zaventem com dois homens-bomba.

Cheffou é suspeito de liderar as atividades de um grupo de terroristas e de participar de atentados e de tentativas de atentados, revelaram os promotores do Ministério Público.

Ele foi identificado pelo motorista de táxi que transportou o grupo terrorista ao aeroporto na terça-feira de manhã, e que o teria reconhecido numa fotografia, segundo o jornal Le Soir.

Numa busca feita na casa de Fayçal Cheffou, não foram encontradas armas ou explosivos.

Três explosões foram registradas na terça-feira (22) em Bruxelas: duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metrô de Maelbeek, no centro da capital belga. Pelo menos 31 pessoas morreram e 300 ficaram feridas nos ataques na capital belga, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos