Saída do PMDB do governo repercute na imprensa da Argentina

A crise politica brasileira, agravada pela saída, nesta terça-feira (29), do PMDB do governo, foi manchete na imprensa argentina. "Brasil: o PMDB, do vice-presidente Michel Temer, rompeu com o governo de Dilma Rousseff", anunciou o jornal La Nacion em sua versão online.

O jornal Clarin deu um título parecido: "Crise no Brasil: o partido do vice rompeu com o governo". Já o Pagina 12 estampou: "Uma saída anunciada rumo ao golpe branco contra Dilma".

O site de noticias Infobae informou que a presidenta Dilma Rousseff cancelou a viagem aos Estados Unidos, onde participaria de uma reunião sobre segurança nuclear, por causa da crise politica. Ela "não quer ceder temporariamente a Presidência a seu novo inimigo", acrescentou, numa referência ao vice-presidente Michel Temer, do PMDB.

O governo argentino tem repetido que apoia uma solução "institucional" para a crise política brasileira e que deseja um desfecho "rápido", já que o Brasil é o maior sócio da Argentina, responsável por 40% de seu comércio global.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos