Sobe para 646 número de mortos em terremoto no Equador

Das agências Lusa e Andes

Guayaquil - Vários edifícios da zona central de Guayaquil foram atingidos pelo terremoto que abalou o Equador (César Mu oz/Agência Andes)

Terremoto  destruiu  edifícios  na  zona  central da cidade de Guayaquil César Muñoz/Agência Andes

O número de mortos no terremoto que sacudiu, há uma semana, o Equador subiu para 646, segundo  balanço foi divulgado pelo presidente Rafael Correa. 

"Temos ainda 130 desaparecidos, 12.492 feridos e 26.091 pessoas desabrigadas", disse o presidente.  Segundo Correa, 27 países enviaram ajuda e equipes de socorro, incluindo o Japão, a Turquia, os Estados Unidos e vários países da Europa e da América Latina.

O presidente anunciou ainda que vai assinar decreto declarando oito dias de luto nacional pelas vítimas do terremoto, de 7,8 graus na escala Richter, que foi seguido de várias réplicas. O tremor. registrado às 18h58 do último dia 16, teve o epicentro localizado a 10 quilômetros de profundidade e ocorreu a cerca de 173 quilômetros da capital, Quito.cidos con la obligatoriedad de citar la fuente.

Em seu informe semanal, Correa apelou pela união de todos para vencer os problemas causados pelo tremor de terra. O presidente pediu que não sejam levadas em conta miudezas e que todos sigam em frente pelos grandes objetivos nacionais. "É uma imensa tragédia, porém, é ainda maior a vontade do povo equatoriano de continuar, avançar, de alcançar o bem-viver", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos