TRE-SP nega pedido de impugnação da candidatura de João Doria

Camila Boehm

Da Agência Brasil, em São Paulo

  • MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO

    O prefeito eleito de São Paulo, João Doria, venceu a eleição com 53,3% dos votos válidos

    O prefeito eleito de São Paulo, João Doria, venceu a eleição com 53,3% dos votos válidos

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) negou pedido de impugnação da candidatura do prefeito eleito da capital paulista, João Doria, apresentado pelo vereador Paulo Fiorilo (PT).

A decisão foi do juiz eleitoral Costa Wagner. Ainda há possibilidade de recurso ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). 

A ação alegava que Doria não se afastou até quatro meses antes da eleição do cargo ou função de direção, administração ou representação em empresas que "pelo âmbito e natureza de suas atividades, podem influir na economia nacional".

A Justiça Eleitoral entendeu que não há provas de que as empresas das quais Doria é sócio tenham sido reconhecidas como praticantes de monopólio e que não se pode exigir a desincompatibilização das funções ou cargos que o empresário exercia nas empresas em até quatro meses da eleição, como pedia Fiorilo.

Eleição no 1º turno

Novato em eleições, Doria foi eleito, no primeiro turno, prefeito da maior cidade do país, no último dia 2 de outubro.

O tucano foi o primeiro a vencer a corrida paulistana sem disputar o segundo turno desde a redemocratização. Com 100% das urnas apuradas, Doria obteve 53,3% dos votos válidos contra 16,7% do atual prefeito, Fernando Haddad (PT)Celso Russomanno (PRB) ficou em terceiro com 13,6%, seguido por Marta Suplicy (PMDB), 10,1%, e Luiza Erundina (PSOL), 3,2%.

Empresário e apresentador de programa de TV, Doria estreou em uma eleição contando com o apoio do governador Geraldo Alckmin (PSDB), e acabou tendo uma ascensão surpreendente nas pesquisas de intenção de voto a partir de setembro.

Doria fará nesta quinta-feira (13) sua primeira viagem internacional oficial como prefeito eleito de São Paulo. O tucano vai a Buenos Aires, na Argentina, para um encontro bilateral com o prefeito da cidade, Horacio Rodríguez Larreta.

Após 1ª reunião, Haddad e Doria destacam transição "republicana"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos