Segundo terremoto atinge a Itália

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil*

Cerca de duas horas após um terremoto de 5,4 graus de magnitude, a região central da Itália sofreu mais um abalo sísmico hoje (26), às 21h18 (hora local). Mais intenso, com 5,9 graus, o segundo tremor teve epicentro entre as cidades de Visso e Castelsantangelo del Nera e uma profundidade de 8,4 quilômetros.

Os tremores de hoje provocaram o caos nas províncias atingidas. "Aqui está caótico, com pessoas berrando pelas estradas e pessoas desesperadas. Não sei se há muitos danos, estamos verificando. Mas o psicológico das pessoas está trágico", disse o vice-prefeito de Arquata del Tronto, Michele Franchi. A cidade já havia enfrentado um grave tremor no dia 24 de agosto.

A comuna de Ussita está entre as mais atingidas. O prefeito local, Giuliano Rinaldi, disse que a cidade está destruída. "Caíram as paredes das casas, a nossa cidade está destruída. Caiu também um lado da igreja, o terreno rachou. O bairro de Casali não está mais acessível". Rinaldi classificou o terremoto como "fortíssimo, apocalíptico". A localidade de apenas 422 habitantes está sem luz.

O segundo tremor interrompeu por alguns instantes a partida de futebol entre os times do Pescara e do Atalanta pela décima rodada do campeonato italiano. A partida acontecia no Estádio Adriático-Giovanni Cornacchia, na província de Pescara, na região do Abruzzo, e o tremor provocou pânico entre os jogadores. Torcedores deixaram o local mesmo com o reinício do jogo, que terminou em 1 a 0 para o Atalanta.

* com informações da Agência Ansa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos