Córregos e rios transbordam em São Paulo e alagam ruas da capital

Camila Boehm - Repórter da Agência Brasil

Alagamento na entrada da Estação Oratório do monotrilho, na Vila Prudente, zona leste de São Paulo Ludmilla Souza/Agência Brasil 

Cinco subprefeituras da capital paulista estão em estado de alerta para alagamentos devido ao transbordamento de rios e córregos na tarde de hoje (24): na Penha, o Córrego Franquinho transbordou; em São Mateus, o Rio Aricanduva; no Ipiranga, houve transbordamento do Córrego Ipiranga e no Córrego Moinho Velho; em Aricanduva/Formosa, o estado de alerta também é por causa também do Rio Aricanduva; e na Vila Prudente, o transbordamento foi no Córrego da Mooca.

A cidade registra 18 pontos de alagamento intransitáveis, espalhados por todas as regiões da cidade. As informações são do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

O restante da cidade de São Paulo está em estado de atenção para enchentes desde as 16h05. O estado de atenção é decretado quando se considera que as chuvas têm potencial para a formação de alagamentos.

Imagens do radar meteorológico do CGE mostraram precipitação forte com potencial para queda de granizo em toda a zona leste. O mesmo quadro é observado na zona sul, nos bairros Jardim Ângela, Capão Redondo, Jardim São Luís, Capela do Socorro e Parelheiros. Na zona norte também chove forte nos bairros Vila Maria, Vila Maria Guilherme, Vila Medeiros, Santana e Tucuruvi.

Segundo o CGE, houve queda de granizo em Itaquera, na zona leste, às 16h50. Os meteorologistas também registraram rajadas de vento de 72 quilômetros por hora (km/h) no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, às 16h38 e às 16h45, e de 35 km/h no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, às 17h14.

Previsão

Segundo o CGE, o sistema de alta pressão atmosférica que dominou o tempo por aproximadamente duas semanas em todo o Brasil começou a perder força, dando espaço para a formação de áreas de instabilidade que provocam chuva forte, principalmente a partir das tardes.

Além disso, uma frente fria se desloca pelo Oceano Atlântico na altura do litoral de Santa Catarina e deve provocar maior variação de nuvens e intensificar as precipitações nos próximos dias. As temperaturas diminuem um pouco, mas ainda deve fazer calor durante o período de carnaval.

Amanhã (25), a propagação do sistema frontal pelo oceano causa maior variação de nuvens, mas o sol aparece e deixa o tempo abafado no decorrer do dia. As temperaturas variam entre mínima de 21 graus Celsius (°C) e máxima de 30°C. Para a madrugada estão previstas pancadas isoladas de chuva, porém com menor potencial para formação de alagamentos. As chuvas devem voltar a ocorrer com forte intensidade e na forma de pancadas a partir da tarde.

O domingo (26) deve ser de sol entre muitas nuvens e sensação de tempo abafado. Mínima de 20ºC durante a madrugada e máxima em torno dos 29ºC. As taxas de umidade do ar se manterão elevadas com os menores valores acima dos 55%. O calor e a chegada da brisa marítima a partir do meio da tarde devem favorecer a formação de nuvens carregadas que provocam chuva forte. O potencial para formação de alagamentos continuará alto.

Ruas alagadas em torno da Estação Oratório do monotrillho, na Vila Prudente,  zona leste de São PauloLudmilla Souza/Agência Brasil 

*Texto atualizado às 18h27

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos