PUBLICIDADE
Topo

Arquidiocese, órgãos públicos e artistas lamentam naufrágio na Bahia

Sayonara Moreno - Correspondente da Agência Brasil

24/08/2017 19h27

O 2º Distrito Naval enviou para o local do naufrágio cinco embarcações e quatro navios com médicos e mergulhadores a bordoAscom/2º Distrito Naval Após o naufrágio de uma embarcação na manhã de hoje (24) que causou a morte de 18 pessoas, órgãos, instituições e artistas baianos manifestaram-se em solidariedade às famílias e ao trágico acidente. A Arquidiocese de Salvador divulgou nota da Nunciatura Apostólica no Brasil, em nome do Papa Francisco. Assinada por Dom Giovanni d'Aniello, a mensagem pede que "o Senhor da vida acolha os defuntos em seu Reino de paz e de vida eterna". "A solidariedade de quantos estão agora a lamentar este triste acontecimento contribuirá a suavizar o sofrimento e a dor daqueles que choram e sentem a perda dos seus entes queridos, a fim de poder aceitar, na certeza da ressurreição, a dolorosa separação humana", disse a nota. A lancha Cavalo Marinho 1, que transportava 129 passageiros e quatro tripulantes, virou durante a travessia entre Mar Grande, na Ilha de Itaparica, e Salvador. Até o momento, 18 pessoas foram encontradas mortas. A Secretaria de Saúde da Bahia informou que 100 pessoas foram atendidas em hospitais da rede por conta do acidente. As buscas continuam, mas a coordenação do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) admitiu que é improvável resgatar mais pessoas com vida.  O Ministério Público da Bahia divulgou uma nota pública na qual manifesta apoio e solidariedade aos familiares das vítimas da tragédia. Ainda em nota, o MPE informou que já havia alertado para a "precariedade do serviço de transporte hidroviário realizado pelas embarcações" há mais de dez anos, por meio de ações e solicitações de "reformas dos terminais de embarcação, renovação dos coletes salva-vidas" e outras medidas de segurança. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) publicou nota de "profundo pesar", pelo ocorrido, em especial pela morte de uma das servidoras do órgão, Isnaildes de Oliveira Lima. Segundo o TJBA, Isnaildes era escrevente de cartório da Vara Cível da Comarca de Itaparica. A direção da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) também prestou solidariedade e disse "lamentar profundamente o naufrágio" ocorrido na manhã de hoje. Além disso, a universidade reforçou o "anseio da sociedade baiana pela celeridade nas buscas, resgate a amparo de todos os envolvidos no acidente", declarou a instituição. Artistas e internautas O acidente também repercutiu nas redes sociais. Usuários prestaram solidariedade em publicações com imagens de luto e em pedidos de orações pelas famílias. A expressão "#LutoMarGrande" foi compartilhado centenas de vezes. Artistas baianos também comentaram a tragédia. A cantora Ivete Sangalo declarou seu luto e descreveu "tristeza e dor" pelo ocorrido. "Nesse momento de dor e muita angústia, que Deus conforte o coração de todos os que estão passando por essa experiência tão dilacerante", publicou em suas redes sociais. A cantora Cláudia Leitte também lamentou o acidente e declarou "aperto no coração" pelo ocorrido. "Queria deixar meu amor e minhas orações para todas as pessoas envolvidas nessa tragédia", disse. Outro músico baiano, o compositor e percussionista Carlinhos Brown, também usou as redes sociais para comentar o naufrágio. "Se está nas águas, está com Deus. Mar que é de levar, mar que é de guardar. E Deus que tem planos para essas almas, dê a melhor direção e destino para a luz delas".