PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro continua em estágio de atenção após fortes chuvas

Akemi Nitahara - Repórter da Agência Brasil

23/02/2018 18h20

Com as fortes chuvas que vêm caindo na cidade do Rio de Janeiro desde a semana passada, a prefeitura mantém o estágio de atenção, o segundo nível entre os três possíveis na escala de alerta para ocorrências decorrentes de chuva e temporal. Segundo o Centro de Operações Rio (COR), a prefeitura ainda trabalha nas ocorrências causadas pelo temporal de terça-feira da semana passada (14), quando a cidade registrou um volume de chuva recorde  e chegou a ficar em estágio de crise, o mais grave da escala. Foram 345 ocorrências, inclusive a queda de parte da ciclovia Tim Maia. Também houve registro de chuvas fortes entre quarta e quinta-feira (22) e sirenes de alerta chegaram a ser acionadas. No início da manhã e no início da tarde de hoje voltou a chover forte em diferentes regiões. O Aeroporto Santos Dumont, na região central da cidade, chegou a ser fechado depois de 12h para pousos e decolagens, sendo reaberto com operação por instrumentos às 13h22. Pouco depois das 16h, o Alerta Rio informou que havia núcleos de chuva com intensidade moderada na Zona Norte, nos bairros de Madureira, Cascadura e Irajá, indo em direção à Ilha do Governador. Entre 15h45 e 16h houve registro de chuva fraca na Zona Norte e no Centro. Para a noite de hoje e amanhã, a previsão de tempo divulgada pelo COR é de tempo nublado com chuva fraca a moderada. Baixada Fluminense A prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, manteve equipes de prontidão desde a tarde de ontem, quando a cidade foi atingida por um temporal. As áreas mais atingidas foram Olavo Bilac, Pilar e Santo Antônio, regiões onde o volume de chuva foi muito maior do que o esperado em um curto período de tempo. "A prefeitura vem trabalhando intensamente e de maneira preventiva, desde o início do ano passado, para evitar os transtornos causados pelas chuvas de verão, desobstruindo galerias, limpando os rios e canais. Até o momento, não há registros de ocorrências com vítimas", diz a nota da prefeitura. No fim da noite de ontem, houve alagamento em duas escolas próximas aos Rios Iguaçu e Jacatirão e as equipes permanecem em alerta. A cidade está em estado de alerta máximo no Sistema de Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para o Rio Capivari e em estado de alerta para o Rio Saracuruna. Também na Baixada, o Rio Botas, em Nova Iguaçu, está em estado de atenção. Outras regiões O sistema do Inea aponta  também estado de atenção em áreas próximas ao Rio Piabanha nas cidades de Petrópolis e Teresópolis, na região serrana. Também na serra, há estado de atenção para Nova Friburgo e Bom Jardim. Na região da Baía de Guanabara, o estado de atenção ocorre nas cidades de Magé, para o Rio Inhomirim, e em Cachoeira de Macacu, para o Rio Macacu. Niterói e São João de Meriti estão em estado de vigilância. No Baixo Paraíba, o estado também é de atenção para os rios Pomba, Muriaé e Itabapoana. O estado é de vigilância na Baía da Ilha Grande, em Angra dos Reis e Paraty; e também no Médio Paraíba do Sul nas cidades de Rio das Flores, Resende e Barra Mansa.