Trump diz no Twitter que cúpula com Kim Jong-un pode acontecer

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje (25) à noite pelo Twitter que seu encontro com o líder norte-coreano Kim Jong-un deve acontecer mesmo no próximo dia 12 em Cingapura.

"Nós estamos tendo conversas muito produtivas com a Coreia do Norte para restabelecer a cúpula, que, se acontecer de fato, provavelmente será em Cingapura na mesma data, dia 12 de junho, e, se necessário, será estendida para além dessa data", afirmou Trump, pela rede social.

Kim Jong-un e Donald Trump (Reuters/Direitos Reservados)
Ontem, o presidente havia publicado uma carta também pelo Twitter anunciando que estava cancelando a cúpula por causa da "raiva tremenda e hostilidade aberta" da Coreia do Norte. Trump se referia às declarações do vice-ministro de Relações Exteriores norte-coreano, Choe Son-Hui, que dizia que os comentários do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, eram "ignorantes e estúpidos".

Era uma referência às declarações de Pence de que o processo de desnuclearização da Coreia do Norte poderia seguir o modelo da Líbia.

Pouco depois, em evento na Casa Branca, Trump sinalizou a mudança de discurso. Naquele momento, já avisou que é possível que a reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, ocorresse no próximo 12 de junho "ou em uma data posterior".

O assessor de Segurança Nacional de Trump, John Bolton, já havia dito que a Líbia poderia ser usada como modelo para o processo norte-coreano, o que gerou descontentamento da parte da Coreia do Norte, já que, poucos anos depois do desarmamento nuclear da Líbia, em 2003, o líder do país Muammar Kadafi foi assassinado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos