Após reunir-se com Lula, Haddad diz que ex-presidente 'está bem'

De São Paulo

Após ter se reunido com Luiz Inácio Lula da Silva, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), negou nesta sexta-feira (5) que o ex-presidente esteja com quadro depressivo e afirmou que Lula "está bem".

Nos últimos meses, o ex-presidente tem visto o seu nome e de seus parentes envolvidos em investigações nas operações Lava Jato e Zelotes. O caso mais recente trata de um sítio usado por Lula e sua família em Atibaia, no interior de São Paulo, que se tornou alvo de investigação da Operação Lava Jato.

Lula estaria dando sinais de abatimento e teria chegado a chorar ao falar das investigações que envolvem o filho Luis Cláudio, na Operação Zelotes, segundo informou a Folha de S.Paulo.

Haddad se encontrou com o ex-presidente no Instituto Lula nesta quinta-feira, 4. "Não senti quadro depressivo. Mas existe aí um debate acontecendo e ele está respondendo às perguntas que estão sendo feitas. Não está se furtando a responder nada. Mas está bem", disse Haddad.

O prefeito explicou que se reúne "com frequência" no Instituto Lula e que o assunto da conversa foi a conjuntura. "Eu me reúno todo mês, às vezes a cada 60 dias, para discutir conjuntura política e econômica, os problemas que o País está enfrentando, soluções possíveis. Foi rotina", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos