Renan quer negociar com Cunha a agenda de votação expressa

Brasília - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que vai pedir a cooperação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para dar seguimento à agenda de votações expressa que ele está organizando no Senado. Caso o deputado apoie a ideia, ele planeja inaugurar uma comissão mista para dar mais celeridade às propostas. "Não sei se vamos conseguir, mas se conseguirmos, podemos ter uma comissão bicameral para encaminhar as matérias que andam na Câmara e no Senado conjuntamente", sugeriu.

Na inauguração do ano legislativo, o presidente do Senado sugeriu uma agenda expressa de votação com 17 itens que considera prioritários para a recuperação econômica do País.

Criticado por senadores que não foram consultados, Renan decidiu ouvir os blocos partidários e se comprometeu em montar uma nova pauta de votação que contemple os diferentes setores políticos da Casa. Até o momento, entretanto, Renan só ouviu o PSDB.

Com o ano legislativo reduzido por conta das eleições municipais, Renan calcula que o Senado terá 20 semanas para dar prosseguimento às votações até as eleições, que acontecem em outubro, e depois uma atuação mais intensa no mês de novembro.

Terceirização

Renan informou que pretende priorizar o projeto de lei que regulamenta a terceirização, afirmando que o Senado tem o compromisso de apreciar esta matéria até o final do semestre. Ele argumentou que a nova lei não irá relaxar totalmente os direitos trabalhistas. "Essa matéria não vai liberar geral, como alguns pensam. É o primeiro passo para regulamentar os 13 milhões de trabalhadores existentes", defendeu.

O posicionamento do presidente do Senado é diferente do que adotou no ano passado. Após tramitação rápida do projeto na Câmara dos Deputados, orquestrada pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Renan trabalhou para desacelerar o encaminhamento da matéria no Senado, evitando discussões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos