Chuvas

Casal morre soterrado após deslizamento em São Sebastião (SP)

Em São Sebastião (SP)

  • Secom São Sebastião/Divulgação

    Fortes chuvas inundaram rua do município de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, nesta segunda-feira (29)

    Fortes chuvas inundaram rua do município de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, nesta segunda-feira (29)

Duas pessoas morreram soterradas e duas crianças ficaram feridas após o desabamento de um muro de arrimo sobre a casa em que moravam na Vila Tropicanga, localizada na praia de Boiçucanga, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (29).

O deslizamento aconteceu às 3h15. A família dormia quando foi surpreendida pela enxurrada de lama, que provocou a queda do muro, construído justamente para evitar a invasão da encosta.

O local do acidente é considerado área de risco e centenas de pessoas vivem de forma irregular, em áreas invadidas. As vítimas foram identificadas como Lindomar Santana de Souza, 36, e Carla Fonseca Santos, 33. As crianças têm 10 e 6 anos, foram socorridas com vida e tiveram ferimentos leves.

O acidente foi provocado pelas fortes chuvas que atingem o litoral norte desde o final da tarde deste domingo (28). Segundo o chefe da Defesa Civil de São Sebastião, Carlos Eduardo dos Santos, das 19h de domingo até as 7h desta segunda-feira, choveu 218 mm, o equivalente a três meses de precipitação.

As chuvas provocaram também a queda de diversas barreiras ao longo da Rodovia Rio-Santos, que corta os municípios de Ubatuba, Caraguatatuba e São Sebastião. Ainda em São Sebastião, a rodovia está totalmente bloqueada desde as 4h desta segunda, por causa da queda de diversas árvores em um só trecho, de aproximadamente 20 metros de extensão, além de um poste de energia, que estava energizado com 13 mil volts, até as 7h. O poste está escorado pelos fios de alta tensão. Não há previsão de liberação da pista, que teve as duas faixas tomadas pelos galhos das árvores. O trabalho de remoção somente poderá ser feito após a retirada do poste.

Bairros isolados

A interdição da Rio-Santos isolou metade da costa sul de São Sebastião. Além disso, diversas ruas ficaram alagadas. Apenas ônibus e caminhões conseguiam trafegar pelas ruas do bairro. Sem saber da interdição, diversos motoristas ficaram presos ao trânsito. Crianças que saíam para a escola e moradores que se dirigiam ao trabalho tiveram que retornar. Muitos moradores tiveram suas casas invadidas pela água, que também atingiu vários comércios.

Segundo a Prefeitura de São Sebastião, todas as unidades de saúde da região sul estão fechadas, já que não há condições dos funcionários chegarem até o local. Já na região norte, elas funcionam parcialmente.

As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Defesa Civil tiveram dificuldades para chegar aos locais onde a situação era mais crítica, já que praticamente todas as ruas estão alagadas e a chuva não oferece trégua. Ao menos 23 pessoas estão desalojadas, em casas de amigos ou parentes.

Por volta das 20h de domingo, a ponte que liga as praias de Barra do Una a Cambury foi levada pela enxurrada e levou um carro que estava passando sobre ela no momento do acidente. O motorista conseguiu se salvar nadando até a margem do rio.

Em Caraguatatuba, a Rodovia Rio-Santos está interditada, também sem previsão de liberação, por causa do alagamento da pista na divisa com São Sebastião. Apenas ônibus e caminhões conseguem passar pelo trecho, que tem congestionamento de cerca de cinco quilômetros nos dois sentidos. Diversos bairros, como Perequê-Mirim, Tarumã, Porto Novo, Travessão e adjacências estão alagados e muitos moradores estão ilhados.

Os bairros circundam um rio que atravessa a região e que transbordou em diversos trechos, não permitindo a vazão da água que desce pela serra. Muitas escolas dessa região sul de Caraguatatuba estão sem aulas.

Chuvas
Chuvas  
 
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos