Pagamento digital por Zona Azul começa na segunda-feira em SP

  • Felipe Gabriel/Folhapress

    Área de Zona Azul para estacionamento na rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros

    Área de Zona Azul para estacionamento na rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros

O pagamento por Zona Azul poderá ser feito com aplicativos de celular a partir da próxima segunda-feira (11). O decreto que autoriza a compra digital para poder estacionar foi publicado nesta sexta-feira (8) pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

Com a Zona Azul digital, a prefeitura pretende reduzir as ocorrências de fraude, evitar cobranças acima da tabela praticada por flanelinhas e, a longo prazo, acabar com os cartões de estacionamento feitos de papel, que atualmente são deixados no painel do carro. Pelo aplicativo, o motorista vai pagar R$ 5 por uma hora de estacionamento e R$ 45 por dez cartões, os mesmos preços praticados hoje.

Antes de comprar créditos, o usuário precisará baixar um dos aplicativos do Cartão Azul Digital e fazer o cadastro, informando número de celular, placa dos veículos e cartão de crédito. Ao estacionar, o motorista aciona a placa de um dos carros registrados e escolhe o tempo de permanência na vaga.

O aplicativo vai avisar por mensagem de texto quando o tempo estiver acabando, o que possibilita ao motorista renovar o crédito pelo celular ou retirar o veículo do local. Por enquanto, o sistema não permite compra fracionada, ou seja o usuário não pode pagar um valor proporcional ao período que deixou o carro estacionado. Para fiscalizar, os agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) terão acesso a um sistema que possibilita saber se o motorista pagou Zona Azul consultando pela placa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos