Professores da UFPE entram em greve contra PEC do teto

Em São Paulo

Professores da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) decretaram greve por tempo indeterminado em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que prevê o congelamento dos gastos públicos nos próximos 20 anos. Os docentes decidiram pela greve por 20 votos de diferença em assembleia nesta quinta-feira, 10, no Recife. Foram 367 votos a favor, 247 contra e cinco abstenções. A paralisação será iniciada no dia 15 de novembro.

Em comunicado, a diretoria da Associação dos Docentes da UFPE afirmou que a greve é contra a PEC 241, a reforma do ensino médio e o projeto de lei Escola Sem Partido.

Os professores da Universidade de Pernambuco (UPE) também estão em greve desde 28 de outubro. A PEC do teto, que agora tramita no Senado Federal, está na pauta de reivindicações dos docentes da universidade estadual.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos