Senado rejeita destaque para que juros da dívida entrem na PEC do Teto

Brasília, 30 (AE) - O plenário do Senado rejeitou, no início da madrugada desta quarta-feira (30), por 52 votos a 16, um destaque apresentado pela oposição que pedia que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que estabelece o teto para o crescimento dos gastos públicos federais também limitasse as despesas com juros e encargos da dívida pública.

Com a rejeição desse destaque, a redação da PEC do Teto de Gastos permaneceu como no texto-base, que foi aprovado por 61 votos a 14 na noite desta terça-feira (29).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos