PUBLICIDADE
Topo

Urbanistas criticam venda; Secovi elogia 'papel do mercado'

27/12/2016 21h42

São Paulo - Urbanistas ouvidos pela reportagem concordam que a Ceagesp precisa sair da zona oeste, mas criticaram o modelo da venda. "É muito estranho este decreto às vésperas do fim da gestão. E se há um consenso entre os dois prefeitos (Haddad e Doria), é um consenso errado. Não se vende terreno sem projeto, a cidade não pode deixar para o mercado imobiliário a tarefa de planejar o que vai ser feito ali", diz o arquiteto e urbanista Lucio Gomes Machado, professor da Universidade de São Paulo (USP).

"O governo vai pôr à venda um ativo valiosíssimo em um momento de crise. Era melhor aguardar um reaquecimento do mercado", complementa o arquiteto e urbanista Valter Caldana, do Mackenzie. O Secovi, sindicato da construção civil, elogia a iniciativa. "É papel do mercado incorporar, gerar emprego e renda. E, obviamente, ter o lucro", diz o presidente Flávio Amary.