Novo princípio de tumulto é registrado em presídio de Roraima

  • Anderson Soares/Roraima em Tempo

    33 presos morreram na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista, na semana passada

    33 presos morreram na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista, na semana passada

A Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Roraima, teve um novo princípio de tumulto na unidade prisional nesta segunda-feira (9). Detentos quebraram os cadeados das celas e ficaram soltos nos corredores das alas do presídio que abriga cerca de 1.400 presos, o dobro da capacidade. Trinta e três detentos foram mortos na unidade na última sexta-feira (6).

De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima, equipes do Grupo de Intervenção Tática (GIT) e do Grupo de Resposta Rápida (GRR), controlaram a situação, iniciada nesta tarde. Foi informado ainda que por conta dos últimos acontecimentos serão intensificadas as varreduras e revistas nas unidades prisionais todas as vezes que se observar a mínima necessidade. 

A polícia informou que não houve tentativa de fuga e disse que os presos foram contidos, mas não explicou quantas trancas foram quebradas nem como as celas serão fechadas.

No último registro antes do massacre da semana passada, em setembro de 2016, os detentos quebraram 200 cadeados e queimaram colchões após a morte de um preso ligado à facção Família do Norte (FDN).

As unidades da Polícia Militar e o Grupo de Intervenção Tática da Secretaria Estadual de Justiça e da Cidadania foram ao local para fazer o policiamento do presídio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos